segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Diamantina antiga: Hospital Nossa Senhora da Saúde

ACERVO F (59)

Foto do antigo Hospital Nossa Senhora da Saúde, com um detalhe: à frente o túmulo do seu Fundador, o Barão de Paraúna - Antônio Moreira da Costa.

Fonte: Nélio A.Lisboa (Guardião do Acervo Histórico e Fotográfco "Zé da Sé).

domingo, 21 de setembro de 2014

Até quando?

A foto abaixo foi feita hoje (domingo) pela manhã na Rua das Biquinhas. No total eram treze cães.

Fica a pergunta: até quando estes animais viverão abandonados pelas ruas da cidade, mal alimentados, sem vacinas e mal tratados?

Foto: Ketto Costa

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Curso de Turismo da UFVJM realiza Semana de Integração

Fonte: UFVJM

image

O curso de Turismo da Faculdade Interdisciplinar em Humanidades (FIH) da UFVJM realizará, no período de 24 a 26 de setembro, aSemana de Integração do Curso de Turismo.

Confira a programação do evento que consta de mesas-redondas, roda de estágio e oficinas.

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

8ª Primavera dos Museus: programação do Museu do Diamante

Voz de Diamantina: Medalha JK, momento de civismo, reflexão e saudosismo

Capa (14)

Instituída por lei há quase 20 anos e, à semelhança de sua irmã primogênita criada para preservar e reverenciar a memória de um mineiro que morreu enforcado no dia 21 de abril de 1792 numa tentativa colonialista de sufocar os ideais libertários de uma Minas desde sempre altiva e insurreta, a Medalha JK é dessas cerimônias que têm o poder de suscitar aos que nela são agraciados, dela participam ou simplesmente assistem ao seu desenrolar elevados sentimentos de civismo num país em que os princípios éticos se esboroam gradual, progressivamente e, tudo indica, em caráter irrevogável.

Desde a meticulosa montagem das grandes estruturas que acolherão as autoridades maiores do estado e seus ilustres convidados, os agraciados com a Grande Medalha, a Medalha de Honra e os familiares por eles escolhidos para acompanhá-los, as áreas demarcadas para a banda de música, para os pelotões de cadetes em seus uniformes de gala, o imenso painel destacando a figura do personagem que inspirou a solenidade, as muitas bandeiras de Minas desfraldadas nas janelas, sacadas e locais proeminentes da Praça JK - todo aquele cuidadoso aparato festivo-marcial demonstra a seriedade, o capricho e o firme propósito com que o Palácio da Liberdade tem mantido viva na cidade, no estado, no país e no mundo a memória de um ex-presidente que impôs a um Brasil rural e provinciano plena rota de desenvolvimento e o transformou em nação conhecida, admirada e respeitada em todos os confins do planeta.

Morto em agosto de 1976, Juscelino nunca esteve tão vivo. Caçado e perseguido pelo golpe militar de 1964, Juscelino nunca foi tão admirado e cultuado. Impedido de concorrer à reeleição em 1965, Juscelino nunca foi tão ansiado e reconhecido como o melhor, mais maduro e arrojado presidente que o país lamentavelmente não pôde voltar a ter.

Início do editorial da Voz de Diamantina - Edição 684, de 20 de setembro de 2014

Assinatura da Voz de Diamantina

Um presente que todo mundo gosta de ganhar

Por apenas R$ 180,00 você recebe 52 exemplares semanalmente durante um ano

Quincas: (38) 3531-3129 e 8824-3584 - vozdediamantina@gmail.com

Aline: (38) 8811-5707 /// Wandeil: (38) 8803-8957

*A partir da tarde das sextas-feiras, o jornal Voz de Diamantina pode ser adquirido nos seguintes locais: Banca de Geraldinho, Canastra Diamantina e Livraria Espaço B

Atrações confirmadas no Carnaval de Diamantina 2015

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

MP recomenda que Universidade em Diamantina tome medidas para evitar danos ambientais

Fonte: Estado de Minas (clique aqui)

Segundo o Ministério Público, o Campus da UFVJM foi implantado vizinho ao Parque Estadual do Biribiri e está causando processos erosivos do solo da área

O Ministério Público Federal recomendou à Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM) a adoção de medidas para que seja feita a correção dos danos ambientais que estão sendo causadas ao Parque Estadual de Biribiri, unidade de proteção integral que integra a Reserva da Biosfera do Espinhaço.

Segundo o MPF, o campus da UFVJM em Diamantina/MG, na região central do estado, foi implantado vizinho ao parque, no trecho em que ambos margeiam, a leste e oeste, a BR-367, na altura do km 582. Desde 2012, órgãos ambientais estaduais vêm detectando a ocorrência de processos erosivos do solo na área do campus, nas proximidades da antiga estação de tratamento de esgoto.

De acordo com fiscais do Instituto Estadual de Florestas (IEF) de Minas Gerais, a erosão decorre da inexistência de uma rede de drenagem pluvial adequada. Com isso, areia e terra decorrentes desse processo erosivo são carreadas para o interior do parque, o que provoca o assoreamento do Córrego do Chacrinha, que deságua no Córrego da Roda e em seguida no Córrego Soberbo, formando a Cachoeira dos Cristais, um dos principais pontos de visitação turística da unidade.

Segundo o Ministério Público, em fevereiro de 2012, foi lavrado auto de infração contra a Universidade. No decorrer de 2013, fiscais do IEF fizeram várias diligências no local e constataram que as intervenções promovidas pela universidade após a autuação não tiveram resultados efetivos. Em novembro do ano passado, os fiscais identificaram que o Córrego do Chacrinha estava extremamente assoreado devido à falta de medidas que evitassem essa situação.

Em julho deste ano, nova vistoria, desta vez realizada pelo Núcleo Regional de Fiscalização Ambiental do Jequitinhonha (Nufis-Jeq), constatou que as obras destinadas à drenagem pluvial dentro da área do campus ainda não foram concluídas e as consequências podem ser vistas na continuidade do processo erosivo dentro do próprio campus.

O relatório registra que a pavimentação e a construção de edificações no campus levaram ao aumento progressivo da área impermeabilizada, causando o aumento significativo do volume de água das chuvas, e a consequente ineficiência das estruturas de captação e condução, que foram projetadas para absorver carga hidráulica menor.

Para o MPF, o quadro, que já é preocupante, tende a se agravar com a temporada de chuvas, o que impõe a adoção imediata de medidas, pela universidade, para fazer cessar em definitivo os impactos negativos sobre a unidade de conservação. O MPF deu prazo de 10 dias para que a UFVJM informe as providências adotadas para dar cumprimento à recomendação.

O em.com.br entrou em contato com a universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM) e aguarda o posicionamento da instituição sobre o caso.

Grupo Samba de Uma Moça Só e convidados no Teatro Santa Izabel

Como sabido por vocês, nossos queridos amigos e fãs, o Samba de uma Moça Só alcançou a felicidade de chegar à final do Prêmio da Música das Minas Gerais, contudo, acompanhando nossa alegria bate às nossas portas a realidade da dificuldade financeira, haja vista que nenhum suporte de logística nos é fornecido pela organização do Festival.

Assim, podendo apenas contar com o apoio de vocês, nossos amigos e das instituições colaboradoras é que promoveremos um espetáculo denominado Samba à Mineira no dia 18 de Setembro às 20 horas, no Teatro Santa Izabel, em Diamantina, para arrecadar fundos. Prometemos grandes momentos ao som de muito samba e na companhia de participações mais que especiais em retribuição ao apoio de vocês!

Processo seletivo na Santa Casa de Caridade de Diamantina

Estão abertas as inscrições para o Processo Seletivo para classificação de Auxiliar de Cozinha na Santa Casa de Caridade de Diamantina, o edital pode ser acessado através do site www.santacasadediamantina.com.br ou na própria instituição.

Curso de História da UFVJM realiza o seminário “Ditaduras Latino-americanas: entre História e Memória

terça-feira, 16 de setembro de 2014

21ª Edição do Café Literário

21 edição
O projeto de extensão Café Literário da Faculdade Interdisciplinar em Humanidades (FIH) da UFVJM em parceria com o Museu do Diamante, apresenta a sua 21ª edição, com a apresentação da obra:
"Nação Crioula", de José Eduardo Agualusa
Apresentação: Robson Di Brito
Dia: 27/09/2014 (sábado)
Horário: 15h
Local: Museu do Diamante, Rua Direita, 14 - Centro - Diamantina/MG

A edição do Café Literário é gratuita e aberta ao público.

Durante o evento haverá sorteio de livros e os participantes têm direito a coffee break e certificado.

O Café Literário busca fomentar a leitura e a discussão de obras literárias de gênero narrativo na cidade de Diamantina e a formação de público leitor de literatura e acontece graças a parcerias entre diferentes setores da UFVJM (FIH, Proexc e Proad), e o Museu do Diamante, órgão vinculado ao Instituto Brasileiro de Museus-Ibram, com o apoio da Livraria Espaço B e do Bar Meio Tom.
Mais informações:
http://www.ufvjm.edu.br/site/cafeliterario/

Música nas Praças

A edição de setembro do Música nas Praças chega com novidades. Nesse mês serão oferecidas duas oficinas: Uma de Artes Plásticas, sob coordenação de Gabriela Carvalho, que tem como objetivo a confecção de mandalas; Outra de Parkour sob coordenação do Grupo Naturalmentes Diamantina. O som ao vivo conta com a presença de músicos convidados da cidade, sempre com o diferencial da diversidade musical. Pra finalizar, a radiola nostalgia o começo de noite. Então está marcado, dia 20 de setembro a partir das 15:30h na Praça de Esportes. Tragam seus vinis e instrumentos, afinal, o espaço é de construção coletiva e ampliação da experiência popular em espaços públicos. Compareça!!!

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Balé "Carmen" será exibido no Auditório da Educação Física nesta quarta

Fonte: UFVJM

carmen

O curso de Educação Física da Faculdade de Ciências Biológicas e da Saúde (FCBS) da UFVJM realizará no dia 17 de setembro, próxima quarta-feira, às 21h00, no Auditório do Departamento de Educação Física, a exibição do balé "Carmem".

O espetáculo "Carmen" estreou em 1992 sob a direção do coreógrafo sueco Mats Ek (Ballet Cullberg) e contou com interpretação da lendária Ana Laguna no papel principal. Trata-se de uma adaptação em dança da ópera de Bizet que, por sua vez, foi baseada na novela homônima de Prosper Mérimée. A estética de Carmen, assim como em outras premiadas criações de Mats Ek, tem como referência a linguagem do balé clássico, mas apresenta visíveis traços do expressionismo alemão de Jooss e da modern dance de Graham, o que torna a experiência teatral ainda mais instigante.

O evento é aberto à comunidade acadêmica e externa à UFVJM.

Diamantina antinga: inauguração do Quartel do 3º Batalhão de Polícia em 1928

Fonte: Nélio A.Lisboa (Guardião do Acervo Histórico e Fotográfco "Zé da Sé).

Em 1925 esteve em Diamantina o Governador do Estado Fernando Mello Vianna que, entre outras providências, lançou a pedra fundamental do Quartel na Esplanada da Saudade, e, em 1928, aqui esteve o Governador de Minas Antônio Carlos Ribeiro de Andrade para inaugurar o Prédio atual do Quartel".

A PASSADIÇO 05

Uma aventura acrobática

image