sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Vissungos: vozes da África


Chico Xavier e Paulo - vissungueiros - Foto de Spirito Santo  (1981).

A Secretaria de Estado de Cultura de Minas Gerais lançou em outubro de 2008 uma edicação especial do "Suplemento Literário de Minas Gerais. O tema da publicação são os vissungos: cantos de tradição banto em língua africana ouvidos nos serviços de mineração. Essas cantigas, com "evidente teor religioso", relatam o cotidiano dos negros no garimpo.

Em 1943  o pesquisador Aires da Mata Machado Filho publicou o livro  "O negro e o garimpo em Minas Gerais" e identificou 65 vissungos nos povoados de São João da Chapada e  Quartel do Indaiá, em Diamantina. 

Em 1982, quatorze desses vissungos foram gravados por Clementina de Jesus, Doca e Geraldo Filme no LP "O Canto dos Escravos", hoje disponível em CD. Recentemente a pesquisadora  Lúcia Valéria Nascimento investigou a sobrevivência dos vissungos na região do Serro e Diamantina. 

Infelizmente, o alerta de Aires da Mata Machado está se concretizando: os vissungos estão desaparecendo. Os mais novos não têm interesse em preserva essa importante patrimônio histórico brasileiro.

Um comentário:

  1. acho muito interessante retratar uma historia esquecida .

    ResponderExcluir